sexta-feira, 29 de junho de 2012

Erva-de-são-cristóvão ( Actaea racemosa ) - alivia os sintomas de menopausa, combate cólicas e sintomas da TPM

http://www.ervasmedicinaiscuram.com/
Erva-de-são-cristóvão ( Actaea racemosa )
Originária do Canadá e do leste dos Estados Unidos, era o remédio preferido dos povos da América do Norte, sendo usada para curar diversas moléstias ginecológicas, picadas de cobra, febre e doenças reumáticas. Na Europa, é empregada desde o século 19, onde é conhecida como Cimicifuga racemosa. Já foi relacionada a danos no fígado, por isso seu uso é restrito em alguns países. Seus principais componentes são: taninos, derivados do ácido cinâmico, isoflavonas, cromonas, ácido salicílico e glicosídeos de triterpenos. Sua ação é antiespasmódica, anti-inflamatória, antirreumática, analgésica, alivia os sintomas de menopausa, combate cólicas e sintomas da TPM, diurética, sedativa, antitussígena, reduz a pressão e a glicemia. As partes usadas da erva é a raiz e rizoma.

Veja abaixo como usar 


Decoção -  Ferva 15g da raiz em 900 ml  de água por 15 minutos, duas vezes ao dia, para aliviar dores reumáticas, nevralgia facial, tendinite, inflamação do nervo ciático e dor lombar.

Xarope - Misture 300 ml de uma decoção ( ver acima ) com 225g de açúcar ou mel. Ferva por 10 minutos. Tome 5 ml a cada 2 ou 3 horas, para aliviar tosses.

Tintura - Tome 20 gotas, três vezes ao dia, quando estiver com dor; misture com a mesma quantidade de tintura de agripalma e tome, três vezes ao dia, para sintomas de menopausa. Tome 20 gotas, três vezes ao dia, com a mesma quantidade de valeriana, para tratamento de pressão alta.

Cápsulas - Use para mal-estar da menopausa e doenças reumáticas; siga as instruções da embalagem. Não ingerir acima de 40 mg por dia. As cápsulas podem ser encontradas em casas de produtos naturais .


Contra Indicação: Não tome mais do que o indicado, pois pode causar problemas hepáticos. Não utilize caso já tenha tido alguma disfunção no fígado. Não use na gravidez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário