quarta-feira, 20 de novembro de 2013

A Extraordinária Planta Medicinal Catuaba no combate a impotência sexual e outras doenças. Confira !

A catuaba ( Anemopaegma arvense ) que é a planta da medicina popular brasileira conhecida por suas propriedades afrodisíacas tem efeitos, no entanto, que vão muito além. Um chá de sua erva pode ajudar combater diversas doenças tais como: falta de memória, fraqueza, frigidez, hipocondria, impotência sexual, insônia nervosa, insuficiência mental, nervosismo, neurastenia, paralisia parcial, e dificuldade de raciocínio. Especialistas apontam uma serie de propriedades medicinais em suas folhas, raízes e casca.
                            
http://www.ervasmedicinaiscuram.com/

FORMAS DE CONSUMO DA CATUABA


Existem muitas formas de usar a catuaba. Algumas sugestões de especialistas recomendam, por exemplo, colocar 20 gramas no vinho branco. Em seguida deixar repousar por alguns dias e tomar um cálice nas refeições. Nesse caso funciona como estimulante geral e afrodisíaco.

A catuaba pode ser consumida também por infusão no álcool, para uso externo contra paralisias parciais. No caso do pó das folhas, a dica é consumir 0,5 gramas três vezes ao dia. Assim, age como tonificante do sistema nervoso, contra doenças nervosas e emocionais, período de convalescença de doenças graves, dificuldade de raciocínio e concentração e para impotência sexual.


O extrato fluído das folhas pode ser ingerido em duas colheres de sobremesa três vezes ao dia. Para infusão das folhas, o ideal é tomar duas colheres de sobremesa ao dia. Na decocção da casca, tem-se um medicamento contra as afecções do sistema nervoso, nervosismo, indigestão e esgtoamento.


DESCOBERTA - O uso da Catuaba em casos de parada cardíaca


Uma equipe de pesquisa médica da USP  ( do Departamento de clinica Médica da faculdade ) diz ter descoberto que um composto com a planta catuaba, testado em animais, fez seus corações voltarem a bater normalmente.  O composto usado pela equipe chefiada pelo professor Irineu Tadeu Velasco combina catuaba, guaraná, gengibre e marapuama, e foi batizado como " catuama ". Segundo Velascoo professor , na sua estimativa, a catuama pode substituir nos hospitais o equipamento de eletrochoque, o chamado desfibrilador, aparelho usual aplicado nos pacientes que têm paradas cardíacas. Se a catuama vier mesmo a substituir o eletrochoque, os hospitais economizaram 30 mil dpolares por aparelho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário